quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

AS TRÊS INDAGAÇÕES



O aprendiz acercou-se do eremita e indagou:

- Desejo saber qual o momento mais importante da minha vida; a pessoa mais valiosa para mim e a tarefa mais relevante que devo executar? Tu, que és sábio e penetras no futuro do tempo, ajuda-me e esclarece-me.
O homem santo meditou, e considerando a imaturidade do discípulo, respondeu:
- Agora é o momento mais importante da tua existência, pois que aqui estás; a pessoa mais relevante para a tua experiência evolutiva és tu mesmo, porquanto apenas de ti depende o êxito ou o fracasso da tua vida atual; e a realização mais significativa para ti, aqui se expressa no serviço de auto-iluminação através do amor, do estudo e do bem que nunca se devem apartar das tuas horas.
O jovem, que ambicionava um futuro portentoso, um relacionamento social honroso e realizações bombásticas, não pôde ocultar a decepção que se lhe desenhou na face, afastando-se, cabisbaixo, sem dizer palavra alguma.
Não teve a sensatez de entender que agora é o momento eterno; que ele próprio é o construtor da felicidade; e que a obra grandiosa resulta das pequenas contribuições do amor, do conhecimento e do bem.

Eros/Divaldo Pereira Franco

Um comentário:

JR disse...

Aproveitamos o momento que temos agora que é o PRESENTE dado pelo PAI MAIOR ,para a sequencia da caminhada evolutiva.
O futuro é o resultado daquilo que estamos a fazer agora e certamente o que nossa alma planta hoje colherá amanhã.
abraços fraternos